Saúde e Segurança pública:  Valor x Missão

Saúde e Segurança pública: Valor x Missão

Nas últimas semanas o estado do amazonas vem sendo notícia no país e no mundo pela situação grave em relação a pandemia da covid-19.  Ouve uma comoção geral nas redes sociais em prol de levantar ajuda para o estado chamando atenção de artistas e influentes. Vídeos com relatos de profissionais da saúde e pedidos de socorro comoveram a população nacional. Porém além desses profissionais atuantes na linha de frente da área da saúde temos outros profissionais que também colocam suas vidas a prova todos os dias como a classe dos policiais e bombeiros militares. Saúde e segurança são áreas de atuação que não se pode trabalhar por home office, não há como curar e proteger a distância, não há como defender e salvar por uma tela, não há como simplesmente tapar os olhos para esses seres humanos que se arriscam todos os dias pela população. Com o sentimento de impotência e de incerteza a Ten. Cel. Rejane Filgueiras da polícia militar do Amazonas, divulgou em suas redes sociais um vídeo emocionante onde relata sua reflexão e sentimento sobre a realidade em que o estado se encontra. Filgueiras relata que mais de trinta policiais militares morreram por covid no último mês, mais de um militar veio a óbito por dia. Através deste desabafo chama-se a atenção de todos os governantes dos outros 26 estados brasileiros e do auto comando das corporações em caráter de difundir a prioridade no serviço de vacinação uma vez que o serviço de segurança pública é constitucionalmente essencial e de valor inatingível. Médicos e militares são profissionais que abrem mão das suas vidas pela nação.   “Depois da classe de saúde nenhuma outra classe, apoia mais o estado no sentido do que estamos vivendo do que a polícia militar”, afirma Filgueiras Ela chama atenção também para a classificação na ordem de vacinação divulgada pelo governo na mesma data de publicação do Vídeo. Onde os militares estão equiparados aos presidiários na ordem para imunização.  “E aí que a gente vê, qual é o valor que nós temos e pasmem além das policias ainda se colocaram os professores… Esse é o valor que a sociedade dá aos nossos mestres, aos professores esse é o valor que a sociedade dá a polícia e a gente vê a quantidade de profissionais falecendo no exercício no exercício da sua função”. Rejane encerra dizendo ter orgulho de ser policial militar.   Por:  Aline Viana   Divulgação    
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Este post tem 4 comentários

  1. Roberto Carlos Siqueira

    O descaso dos governantes com a polícia militar é visível e claro. Nenhum Governador dos últimos anos se preocupou com a vida dos policiais militares. Como se não bastasse salários parcelados e ou atrasados, agora são jogados para escanteio durante essa pandemia.
    Aqui em Minas Gerais a única coisa que o governador está fazendo é efetuar o pagamento dos militares em única parcela, mas a data que sairá esse pagamento ninguém nunca sabe.

  2. Roberto Carlos Siqueira

    A Tenente Coronel Filgueiras, da PM do Amazonas se emociona claramente com a situação dos policiais militares, mas nem governantes, imprensa ou população não se preocupam com essa situação.

  3. José Guilherme

    Parabéns por suas considerações, Cel
    Murilo. De fato, os PM e BM, arrostam também na primeira trincheira os mesmos perigos de contaminação pelo Covid 19 que os profissionais de saúde. Apesar do nosso compromisso de que, se necessário, entregarmos a própria vida na defesa dos cidadãos civis, também somos todos humanos. Não possuímos nenhuma outra armadura mágica que não a nossa própria pele.
    Esses valorosos soldados deveriam estar, juntamente com o pessoal de saúde, na fila das primeiras vacinas, e não, junto dos presidiários que devem muito à sociedade.

  4. André Santos

    Excelente reflexão!!!

Deixe uma resposta